domingo, 15 de maio de 2011

"EU PARTICIPEI DO CHURRASCÃO DOS DIFERENCIADOS"

(*) Texto de Luiza Pereira, quase 9 anos, estudante do Colégio Pentágono (unidade Caiubi) e filha do Chico Bicudo. As fotos são de Elisa Marconi.






Ontem, dia 14 de maio, eu e minha família fomos ao churrascão da gente diferenciada.

Fomos nos manifestar porque 3.500 pessoas do bairro de Higienópolis fizeram um abaixo-assinado para que não fosse construída uma estação de metrô por lá. 

Uma senhora chamada Guiomar falou que não queria que construíssem o metrô no bairro porque iria juntar gente diferenciada (ou seja, pobres).

Eu acho que isso não tem nada a ver, é um absurdo, essas pessoas são preconceituosas. Acho que todos têm direito a transporte público, sendo pobre ou não. E só porque certas pessoas têm menos dinheiro não quer dizer que sejam piores do que as que têm mais dinheiro.

Eu cheguei à manifestação com medo, porque tinha muita polícia, e fiquei assustada. Mas depois vi que estava tudo bem e que não tinha perigo.

E são exatamente esses os temas que estou estudando no colégio, o respeito à diversidade, a tolerância e os direitos de todos. 


9 comentários:

  1. Lindo!

    Estive lá também, acredite ou náo,
    em alma e coração.

    beijos para ti e tua familia, ó, sonha (alegria)
    dor.

    ResponderExcluir
  2. Aha-Uhu a cidade é nossa!

    ResponderExcluir
  3. Mamão, foi bom te encontrar por lá!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Luiza pelo texto não pude estar no churrasco pq estava viajando, mas também acho um absurdo as atitudes de certa parcela da sociedade, mas fico feliz que uma nova geração como você tenha consciência disso, para que no futuro não comentam os mesmo erros.
    Até mais e mais uma vez parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  5. Luiza, Luiza, você está me saindo uma escritora e tanto. Mais uma vez, parabéns!
    Seus pais devem estar voando nas nuvens de tanto orgulho...risos.
    Beijos,
    Renata

    ResponderExcluir
  6. Luiza, sou prima do Fernando Amaral e acompanho seus textos e de seu pai , sempre. Há 30 anos sou professora, com muito orgulho, e comecei com crianças da periferia de São Paulo ( hj trabalho com os professores deles). Comentei sábado no Twitter que fico muito feliz em saber que crianças como vc, os filhos do Fe, possam continuar com os textos sérios e críticos dos pais. Tomara que muitos adultos possam entender e vivenciar a partir de suas palavras a importância do respeito , tolerância e convivência pacífica. Parabéns mesmo!! E parabéns a seus pais por sua formação. Beijo e continue firme.

    ResponderExcluir
  7. Oi Luiza. Parabéns pelo seu lindo texto. Quando vejo manifestações como a sua, reforço minhas esperanças nas gerações que estão chegando! Muita luz para vc e sua família!

    ResponderExcluir
  8. Putz, que legal!=)

    Tanta gente por lá, encontrei muitas, outras não vi... foi muito bom!

    Fotos e vídeos do evento: http://www.tsavkko.com.br/2011/05/relato-do-protestochurrascao-da.html

    ResponderExcluir
  9. luiza, concordo completamente com você. algum dia vai ter metrô em tudo quanto é lugar, a gente vai poder andar à vontade e vai ter menos carro na rua. vai ficar tudo mais bonito, não acha?

    ResponderExcluir